Pular para o conteúdo principal

Falso Testemunho?


Muitas vezes, falamos coisas na qual não concordamos/somos/fazemos. Em Mateus 12.33-35, Jesus repreende os homens dizendo:

            “– Vocês só poderão ter frutas boas se tiverem uma árvore boa. Mas, se tiverem uma árvore que não presta, vocês terão frutas que não prestam. Porque é pela qualidade das frutas que sabemos se uma árvore é boa ou não presta. Ninhada de cobras venenosas! Como é que podem dizer coisas boas se são tão maus? Pois a boca fala do que o coração está cheio. A pessoa boa tira bem do seu depósito de coisas boas, e a pessoa má tira o mal do seu depósito de coisas más.”


Isso é bem similar a “Falsos mestres”, mas aqui Jesus se dirige às pessoas que falam coisas boas, mas por outro lado são maus. É como se alguém dissesse ser servo de Deus enquanto frequenta cultos diabólicos. Pode ser chamado de “Falso Testemunho”. Ao interpretarmos o que está escrito em Mateus 12.33, logo vemos que as frutas, utilizando a mesma metáfora, não fazem a árvore boa, e sim a árvore boa produz frutas boas. Ou seja, cada um vai colher o que plantou. Na maioria das vezes, as pessoas de falso testemunho, são seguidas por outras, tornando-se falsos mestres. As pessoas os seguem, achando que eles são bons, ungidos de Deus, quando isso não é verdade. Estas pessoas serão castigadas, conforme dizem os versículos 36 e 37 do mesmo capítulo.
            “- Eu afirmo a vocês que, no Dia do Juízo, cada pessoa vai prestar contas de toda palavra inútil que falou. Porque as suas palavras vão servir para julgar se você é inocente ou culpado.”
Cada falso testemunho, cada palavra que você, que eu, que qualquer um disser, será castigado no Dia do Juízo. Tudo o que devemos fazer, é pedir orientação a Deus, e não deixar tudo à nossa sorte. Em Provérbios 3.5-10, vemos uma orientação muito sábia.
            “Confie no Senhor de todo o coração e não se apoie na sua própria inteligência. Lembre de Deus em tudo o que fizer, e ele lhe mostrará o caminho certo. Não fique pensando que você é sábio; tema o Senhor e não faça nada que seja errado. Pois isso será como um bom remédio para curar as suas feridas e aliviar os seus sofrimentos. Adore a Deus, oferecendo-lhe o que a sua terra produz de melhor. Faça isso, e os seus depósitos ficarão cheios de cereais, e você terá tanto vinho, que não será capaz de armazenar.”
Devemos sempre orar e pedir a Deus que nos oriente quanto a nossos planos, projetos e etc, e entrega-los nas mãos do Senhor, assim ele nos abençoará como prometido.
Um abraço!

Comentários